Pra Você Auto | Culinária | Saúde | Sua Casa

Cerveja diminui em 31% os riscos de doença no coração

Cerveja diminui em 31% os riscos de doença no coração

Boa notícia tem que ser repassada, e essa é excelente. Mesmo assim, vale ressaltar que o exagero acaba agravando as coisas e vamos lembrar que o ideal continua sendo beber menos e melhor.
 
A novidade para quem curte uma cervejinha é que: Uma pesquisa da Fondazione di Ricerca e Cura, na Itália, aponta que beber cerveja com moderação diminui os riscos de problemas cardíacos em 31%. Estudos anteriores já haviam mostrado que o vinho tinha as mesmas propriedades.
 
Os pesquisadores reuniram diversos estudos feitos no último ano sobre o assunto. Ao todo, os dados observaram o comportamento de 200 mil pessoas que bebem e os efeitos em seus corações.
 
Exagerar na gelada, entretanto, tem efeito contrário. “Quando o consumo aumenta, você vê que as vantagens desaparecem, até que o risco fica maior”, explica uma das cientistas, Simona Costanzo.
Escapamento

Escapamento

Com o uso constante, sofre desgaste provocado pelos resíduos corrosivos de combustível e óleo e deve ser trocado sempre que apresentar buracos ou rachaduras, para não comprometer o bom desempenho do motor. Composto por câmaras de expansão, conversores catalíticos e tubos, é o sistema responsável por recolher e eliminar os gases queimados no processo de combustão no motor, bem como pela redução do nível de ruído produzido por seu funcionamento, graças a um silenciador interno. Ele abafa o ruído do escape. Dentro do silenciador, há tubos perfurados e defletores que desviam o fluxo do gás, reduzindo sua velocidade e a pressão. Isso diminui as vibrações e o ruído.

5 dicas simples para emagrecer

5 dicas simples para emagrecer

Essas 5 dicas simples para emagrecer e perder barriga envolvem apenas mudanças de hábitos, que estão listadas por ordem de importância, começando por:
 
Dormir Bem.
Pode não ser muito óbvio mas fazer dieta em fase de muito trabalho e pouco sono é tortura. Descansar bem dá ânimo para se cumprir os compromissos e torna mais fácil resistir às tentação além de deixar o corpo mais disposto a fazer mais exercício. Em média as pessoas precisam de 6 a 8 horas de sono para descansar diáriamente.
 
Beber Muita Água durante o Dia.
A água durante as refeições não é aconselhada, por isso, se deve água até meia hora antes das refeições e esperar outra meia hora para voltar a beber água depois das refeições. A quantidade de água necessária varia de pessoa para pessoa. Beber entre 1 e dois litros de água por dia não é de mais, mas deve ser todos os dias.
 
Fazer algum Exercício Físico.
O tipo do exercício não é o mais importante. É natural que correr muito rápido emagrece mais rápidamente do que apenas caminhar, mas correr não é para todas as idades, nem para todos os joelhos, por isso se a melhor solução para todos os dias ou 3 vezes por semana é caminhar, é esse o melhor exercício físico do mundo pra você. O importante é fazer o que o corpo permite e nunca ficar parado.
 
Comer frutas e legumes.
Insira no regime alimentar frutas ou legumes em todas as refeições. Como por exemplo uma salada de frutas com iogurte ao lanche da tarde e uma salada de alface e tomate, atum e maçã ao jantar. Mesmo em pequenas quantidades durante o dias as frutas e legumes fornecem muitas fibras e vitaminas e por isso é fonte de saúde e ajuda a emagrecer e perder barriga.
 
Não ficar com Fome.
Fazer pequenas refeições a cada 3 horas pode parecer exagerado, mas é certo que a fome não aparece, as porções de comida ao poucos vão diminuindo e o peso também. Colocar lembretes no celular ou na agenda e se programar no dia anterior para os horários das refeições pode tornar essa tarefa mais fácil de cumprir.
Se emagrecer é muito difícil, pode ser importante consultar um endocrinologista para analisar se a tiróide está funcionando como deveria e um nutricionista ou médico nutrólogo pode ser consultado para estabelecer regras do regime alimentar personalizadas e assim ficar mais simples de cumprir, além de ser muito bom ter alguém mais no "time" torcendo e cobrando resultados.
 
Nos casos em que o indívíduo tem algum problema de saúde como gastrite, asma, osteoporose ou mesmo apenas uma limitação de mobilidade, a orientação e conselho dos médico para conciliar a dieta com a toma de medicamentos e a  adaptação à doença que apresenta é fundamental para que seja possível emagrecer melhorando a qualidade de vida e não o contrário.
Pimenta e seus Benefícios

Pimenta e seus Benefícios

Pimenta para prevenir doenças:

Por ser antioxidante, rica em flavonóides e vitamina C, a pimenta pode ainda reduz o risco de doenças crônicas como câncer de próstata, catarata, diabetes e Alzheimer. Ela é capaz de limpar o sangue removendo as substâncias tóxicas que vêm da alimentação e da poluição. E mais! Recentes pesquisas comprovaram que a pimenta possui até mesmo propriedades anticâncer. Um editorial do Jornal do Instituto Nacional do Câncer dos Estados Unidos mostrou que a capsaicina pode fazer com que células tumorais se autodestruam.

 
Pimenta para emagrecer:
 
A pimenta pode fazer você emagrecer de verdade, acredite! Isso porque ela auxilia na diminuição do apetite, reduzindo aqueles impulsos por doces e besteirinhas e, por isso, sendo muito útil no tratamento da obesidade. Vai uma pimentinha aí? Pesquisas científicas também mostraram que o uso da pimenta vermelha durante as refeições proporciona um aumento da liberação noradrenalina e adrenalina no sistema nervoso. Com isso, há uma diminuição do apetite e da ingestão de calorias. Além disso, a pimenta acelera o metabolismo e, assim, faz com que se queime mais calorias. Isso ocorre porque os capsaicinóides, que são substâncias responsáveis pelo ardor do alimento, elevam a temperatura corporal.
 
E para o organismo mantê-la a mais ou menos 36,5 graus (considerada a temperatura normal), o corpo gasta energia. Por isso que chamamos os capsaicinóides de termogênicos.
 
Pimenta para auxiliar na digestão: As substâncias picantes das pimentas (capsaicina e piperina) também melhoram a digestão, pois:
- Estimulam as secreções do estômago;
- Possuem efeito anti-flatulência;
- Estimulam a circulação no estômago;
- Favorecem a cicatrização de feridas (úlceras).
 
Confira todas as dicas...
Voltar ao Topo