Pra Você

Auto

Roda de Liga Leve e Rodas de Ferro

 

As rodas de liga leve utilizam uma liga composta por alumínio (para menor peso), silício e ferro (para ganhar resistência), entre outros metais. São cada vez mais usadas em substituição as rodas de ferro, inclusive a nível internacional, como por exemplo o Japão, onde vão de encontro com as recentes iniciativas das indústrias e do governo japoneses para economia de energia e menores níveis de emissão de poluentes pela redução do peso dos veículos. 
 
O nível da segurança estrutural é garantido pelos dois tipos de construção, seja a roda de liga leve (alumínio) ou ferro (aço). Porém uma roda de alumínio proporciona algumas vantagens adicionais ao aspecto de segurança, comparada à roda de ferro, como por exemplo: 
 
1) Menor densidade da liga de alumínio, representando consequentemente menor peso (aproximadamente 30 até 35 %) para rodas com as mesmas dimensões e aplicações.
2) Menor peso significa também menor movimentação de massa, como também menor consumo de combustível e melhor estabilidade na pista.
3) A liga de alumínio apresenta, comparado à ligas de aço, uma melhor condutibilidade térmica. Isto significa, que a roda de alumínio submetida ao mesmo aquecimento da roda de aço, transferirá menor nível de calorias e consequentemente irá ter um menor aquecimento. Tudo isto, ajuda na preservação do sistema de freio, diminuindo a temperatura do conjunto nas frenagens.
4) Normalmente as rodas de alumínio são rodas monoblocos, significando isto uma única peça, que é bem melhor que as rodas de aço, que no mínimo são compostas pelo aro e o centro, conectado por cordões de solda, que podem oxidar ou talvez até soltar com o tempo e o tipo de solicitação.
5) A roda de alumínio é usinada em tornos CNC, garantindo assim um dimensional melhor, principalmente na região do talão, comparada a roda de aço (que é estampada). Isto consequentemente diminui o nível de ruído e melhora o balanceamento final do conjunto roda-pneu.
6) Devido também ao menor peso, as rodas de alumínio submetem o sistema de suspensão a um esforço menor, garantindo também uma menor força para manobrar. Quanto mais pesada a roda, maior será o esforço necessário para colocá-la em movimento (nas acelerações) ou para fazer cessar esse movimento (com a aplicação dos freios).
 

Amortecedores: como usar, quando trocar, como aumentar a sua vida útil.

Os amortecedores são muito importantes no nosso carro. Eles são responsáveis por controlar e diminuir o balanço e as oscilações que o carro sofre
Os amortecedores são muito importantes no nosso carro. Eles são responsáveis por controlar e diminuir o balanço e as oscilações que o carro sofre. Apenas lembramos do amortecedor quando ele está ruim. O nosso conforto sai bem prejudicado.
 
Quem dá o molejo e o conforto do carro é a mola, mas sem a ajuda do amortecedor, a cada vez que se passasse em cima de uma lombada, o carro ficaria balançando por um bom tempo, o que seria bem irritante.
 
O amortecedor trata de fazer com que o balanço da mola pare rapidamente. Como podemos fazer para que o amortecedor tenha uma maior vida útil? Como devemos usar o carro para que ele seja menos prejudicado e continue funcionando bem?
 
Uma coisa importante a fazer é escolher caminhos mais suaves. Se você pode chegar até a sua casa por uma rua de asfalto e outra de paralelepípedos, você já sabe qual delas deve usar para desgastar menos o amortecedor, é óbvia a escolha.
 
Se os amortecedores tiverem que trabalhar menos, vão poder durar mais. Se tiver que passar por uma rua ruim, sem alternativas, escolha fazer isso devagar. O mesmo vale para as lombadas, passe por elas sem pressa.
 
Para sermos mais gentis com nossos amortecedores, temos sempre que verificar todo o conjunto da suspensão. Se ela estiver boa, não vai maltratar eles. Verifique as buchas. SE tiver alguma rachada ou gasta, tem que trocar.
 
As molas também devem estar boas. Se tivermos molas que já passaram da hora da troca, elas vão cair, ou seja, sustentar menos o carro. Com isso, o veículo inteiro estará apoiado em cima dos amortecedores, o que vai fazer com que eles se gastem bem rápido.
 
Quando trocar os amortecedores? Algumas marcas dizem que temos de fazer a troca a cada 30.000 quilômetros, mas isso nem sempre é necessário. Se o uso que você faz do carro é sempre suave, ou se você sempre anda em estrada, pode ser que eles durem o dobro disso, tranquilamente.
 
E como saber se os amortecedores estão bons? Balance um canto do carro, tanto da dianteira quanto da traseira, empurrando aquela parte com força para baixo. O carro deverá balançar no máximo uma vez.
 
Se ele balançar mais do que isso, os amortecedores não estão bons mais. E prepare-se, pois eles são meio caros. E a idéia de que as molas são mais baratas é errada. Elas muitas vezes custam 80% do valor do respectivo amortecedor.
 
 
Fonte: http://www.itatotal.com.br/dicas-automotivas-visualizar.asp?cod=18

Dicas de como dirigir na chuva

 

Um dos grande problema na hora de dirigir é a chuva. Todos os motoristas sentem muitas diferenças de dirigir em uma pista molhada e em uma seca. Enquanto está chovendo as ruas ficam mais escorregadias e isso causa perca de estabilidade do automóvel. A sua atenção deverá ser redobrada ao dirigir em pista molhada. Em dias assim sua visibilidade é bem menor e a probabiliade para que existam acidentes de trânsito são consideravélmente maiores.  Se possível, não saia para dirigir na hora que está chovendo. Abaixo algumas dicas para te ajudar em tempos assim.
 
Quando começar a chover é bom você desacelerar o carro. Ande mais devagar para que ele possa ter mais contato com o solo., se o carro não estiver estável pode acontecer a “aquaplanagem” que faz o pneu perder contato com o solo e você não conseguirá o conduzi-lo bem. A estabilidade cai muito nos dias de chuvas.
 
Sempre que estiver chovendo ligue os faróis, pois eles te ajudarão na visibilidade e também  ajudarão a guiar o carro que estiver atrás de você.
 
Nunca se esqueça de ligar o limpador de pára-brisa.
 
Quando a chuva estiver muito forte ou se você não estiver enxergando 30 metros a sua frente reduza a velocidade do seu carro para 15 km/h ou pare.
 
Não freie rapidamente, pois isso poderá fazer com o que o seu carro rode.
 
Verifique pelo retrovisor se o seu pneu está deixando algum rastro grosso no asfalto significará que ele está bom, mas se ele não estiver marcando significa que já está na hora de trocar.
 
Essas são algumas dicas que te auxliarão em quanto estiver dirigindo na chuva, e você nunca deve deixar de prestar muita atenção no trânsito, principalmente em dias de chuvas. Dirija sempre para você e para os “outros também”.
 
Fonte:
http://clikaki.com.br/dicas-de-como-dirigir-na-chuva/

Culinária

Torta de Pão de Forma

No liquidificador bata o leite, a margarina, a farinha de trigo, o caldo de galinha
Coloque em uma panela e leve ao forno, mexendo até engrossar
Reserve
Forre um tabuleiro grande com o pão de forma, coloque por cima o creme branco que foi reservado, por cima, coloque o molho de tomate, em seguida, o milho, a azeitona, o presunto
E finalize colocando por cima de tudo as fatias de queijo e salpique o orégano
Leve ao forno até que o queijo derreta e doure
Obs O presento pode ser substituído por outro tipo de carne (ex frango desfiado, carne de panela desfiada, calabresa triturada) ou pode ser retirado caso não queira acrescentar algum tipo de carne
O molho de tomate também pode ser substituído por um caseiro (3 tomates grandes, 1 cebola grande, 3 dentes de alho, sal a gosto)
Pique tudo do tamanho que desejar ou bata tudo no liquidificador
Leve ao fogo até reduzir de volume

Creme Gelado de Limão

 

Prepare a gelatina conforme a embalagem só que, utilize apenas a metade da água indicada.
Leve a gelar por duas horas.
No liquidificador coloque o açúcar, o leite em pó e a água fervendo. Bata bem até virar um creme grosso. Adicione o creme de leite gelado e o suco de limão. Bata mais até encorpar.
Distribua em tacinhas e leve a gelar por duas horas.
Na hora de servir, esmigalhe a gelatina com um garfo e polvilhe por cima do creme.
Enfeite com raspas de limão se quiser.
Rendimento: 6 porções 
Tempo: 120 minutos
 

Rabanada com Calda de Laranja

Passe as fatias de pão pelo leite e pelo ovos batidos e frite-as, dos dois lados, em óleo bem quente. Retire com uma escumadeira e escorra em papel toalha. Reserve.
Leve ao fogo baixo, em uma panelinha, o açúcar, a água e a rama de canela e deixe ferver até formar uma calda de caramelo em ponto de fio.
Adicione o suco de laranja e ferva novamente. Misture as raspas de laranja em tirinhas, corte as fatias ao meio e regue-as com a calda morna.
 
Rendimento: 12 porções 
Tempo: 30 minutos

Saúde

Como prevenir a Osteoporose

 

Algumas dicas podem ajudar na prevenção ou no controle da osteoporose:
A ingestão de cálcio é fundamental para o fortalecimento dos ossos. Adote uma dieta rica em alimentos com cálcio (leite e derivados, como iogurtes e queijos). Os médicos indicam dois copos de leite desnatado e uma fatia de queijo branco por dia;
Consuma verduras de folhas escuras, como brócolis, espinafre e couve;
Evite carne vermelha, refrigerante, café e sal;
Exponha-se ao sol de forma moderada. Os raios ultravioletas sobre a pele estimulam a produção de vitamina D, fundamental para a absorção do cálcio pelo organismo. Basta de 20 a 30 minutos de sol por dia, entre 6h e 10h;
Não fume e evite o consumo excessivo de álcool;
Independente da idade inicie um programa de exercícios (pode ser caminhada ou musculação, por exemplo). Entre outras vantagens, ajuda a fortalecer os músculos, melhorar o equilíbrio e os reflexos, evitando as quedas;
 Mulheres que entraram na menopausa devem consultar um médico para começar um tratamento especial. A partir de 45 anos, devem ser submetidas a um teste de densitometria óssea;
Obstáculos como móveis, tapetes soltos e pouca iluminação, podem facilitar quedas e, conseqüentemente, provocar fraturas em pessoas com osteoporose.

Atividade física em excesso causa acúmulo de radicais livres

Radicais livres: mais uma salada de letras que assombra aqueles que se preocupam com a boa saúde e tem na atividade física regular um meio de obtê-la. 
 
Radicais livres são frações de moléculas, fragmentos, que resultam de todo o processo da produção de energia pelo tecido muscular. Eles são extremamente instáveis e sua ativação causa lesão do tecido muscular. 
 
Embora o metabolismo exigido na produção de energia para atividade física termine na formação desses radicais, além de outras moléculas, somente o excesso de exercícios, atividade física intensa e prolongada, faz com que o seu acúmulo seja prejudicial à saúde. Excluindo carências nutricionais e doenças, basta que a atividade física seja de intensidade moderada em seu volume semanal para prevenir o problema. 
 
A atividade física intensa consiste em um consumo máximo de oxigênio e é algo extenuante. Envolve realizar um treino por um período maior do que aquele com o qual estava habituada. Outras características são fazer um treino mais extenuante do que o normal e realiza-lo mais de três vezes por semana. 
 
No entanto, se por qualquer razão você for obrigado a se submeter a um treinamento intenso, esteja preparado para os efeitos nocivos como consequências do acúmulo desses radicais que vão desde dor devido ao processo inflamatório que se estabelece até grandes destruições de tecido muscular. 
 
Entre os fatores que desencadeiam a lesão muscular pelo efeito nocivo dos radicais livres, o estresse mecânico vinculado ao excesso, é um dos mais relevantes, principalmente se resultado de exercícios musculares excêntricos. Tratam-se daqueles que vão além da capacidade do músculo de produzir energia e assim ele realiza um movimento contrário a sua ação. Um exemplo disso é o cotovelo que se abre para fora quando a pessoa carrega muito peso. 
 
Como consequência, há fadiga e perda de força que é maior do que a produzida pelos trabalhos concêntricos, movimento a favor da contração do músculo, embora estes em excesso possam trazer efeito semelhante. 
 
É fácil perceber que a persistência da alta intensidade dos exercícios de maneira continuada e prolongada leva a danos ao tecido muscular. Estes danos podem ser permanentes e se agravam com a perda natural da força e resistência ocorrida com o passar dos anos. 
 
Outro ponto principal a ser esclarecido é a ação do oxigênio, ou da falta dele. A atividade física intensa e prolongada impede o adequado aporte de oxigênio, mais uma causa de estresse na produção de energia pelo músculo. Este fenômeno leva a uma menor produção de antioxidantes como as vitaminas A, E, C e de elementos como o zinco e magnésio, essenciais no bloqueio da indesejada ação dos radicais livres. 
 
Como prevenir o problema
 
Ficou com má impressão lendo este artigo? Então vamos desfazê-la: pratique atividade física moderada e regular que seus radicais livres serão naturalmente combatidos pela produção adequada de antioxidantes e você continuará usufruindo tudo o que de bom o exercício traz para o nosso organismo. Além disso, mantenha uma dieta balanceada com grande variedade de alimentos.  

Vitaminas

Vitamina A 
 
O que faz: defende o organismo de infecções; é fundamental para os ossos, dentes e pele; é anticancerígena. Principais fontes: fígado de boi; gema de ovo; leite e derivados; cenoura; vegetais verdes (como espinafre e acelga); frutos amarelos (mamão e melão). 
 
Vitamina B1 
 
O que faz: melhora a disposição; auxilia a digestão, o funcionamento do sistema nervoso e o combate à anemia. 
Principais fontes: cereais integrais; vegetais; carnes; gema de ovo. 
 
Vitamina B2 
 
O que faz: é indispensável para a saúde da pele e da mucosa; combinada com outras substâncias trabalha no metabolismo de carboidratos, gorduras e proteínas; diminui o cansaço dos olhos. 
Principais fontes: cereais integrais; fígado; soja; espinafre; feijão; peixe; ovos; laticínios e derivados. 
 
Vitamina B6 
 
O que faz: permite ao organismo assimilar melhor a proteína e a gordura; atua no sistema nervoso; evita problemas de pele; alivia náuseas; reduz cãibras e dormências; funciona como um diurético natural. 
Principais fontes: nozes; carnes; peixes; legumes; aveia; germe de trigo; cereais integrais e banana. 
 
Vitamina B12 
 
O que faz: previne a anemia; fornece energia ao organismo; auxilia o bom funcionamento do sistema nervoso; aumenta a capacidade de concentração. 
Principais fontes: peixes; carne bovina; leite e derivados; ovos. 
 
Fonte: http://www.dicas.blog.br/?mostra=MTA0Ng==

Mamão e seus benefícios

Esta delícia de fruta é calmante, digestiva e laxativa, sendo bastante indicada para quem possui o estômago sensível, quer manter o peso ou está querendo emagrecer, pois possui baixas calorias.

O mamão possui ainda alta quantidade de beta-caroteno, característico de frutas de tons alaranjados. O Beta-caroteno quando ingerido atua como formador de vitamina A. Já a Vitamina A, atua no combate a doencas de pele, cegueira noturna e queda de cabelos.
Mas não exagere! O consumo de vitamina A pode causar acúmulo dessa vitamina no organismo e com isso gerar doenças tão perigosas quanto as doenças causadas pela carência de vitamina A.
 

Sua Casa

Decoração com aquários

Além de representarem um hobbie, os aquários estão sendo cada vez mais usados como elementos de decoração. São excelentes para tornar o ambiente mais calmo e relaxante, conferindo beleza natural a qualquer espaço em que se encontrem.
 
As opções de aquários são muitas no mercado. Algumas lojas oferecem até mesmo a possibilidade de escolher todas as dimensões do aquário que será confeccionado, o que permite ao cliente a melhor disposição desse objeto no espaço desejado.
 
Observar peixes no aquário, dizem estudos, ajuda a aliviar o stress e a reduzir a pressão arterial. Sem contar que cuidar de um aquário também pode ser muito divertido. É importante verificar se haverá tempo e disposição dos moradores para fazer a manutenção do aquário. Alimentar os peixes, limpar o aquário e estar sempre atento à temperatura e à qualidade da água são tarefas muito importantes e que devem ser levadas a sério.
 
O aquário não só enfeita o ambiente, ele pode ganhar diferentes funções. Uma delas é ser um divisor de espaços, separando diferentes locais e, como efeito adicional, permitindo que a luz passe. Aquários mais iluminados podem inclusive ser usados para compor a iluminação do ambiente.
 
Não é preciso gastar muito dinheiro nem ocupar grandes porções de espaço (que podem não estar disponíveis) apenas para ter um aquário grande. Aquários de tamanho menor também embelezam o ambiente e são igualmente capazes de dar complemento à decoração e torná-la mais criativa e diversificada. 
 
Fonte:http://www.capitalimoveistv.com.br/noticias/31-decoracao-com-aquarios

Jardim

Os jardins dão um destaque na decoração de uma casa, quando bem montados refletem o bom gosto e a criatividade dos proprietários. Além disso, um belo jardim pode aumentar em até 30% o valor de qualquer imóvel. Para manter a harmonia de um ambiente, o jardim deve estar em sintonia com a arquitetura, localização, tamanho da casa e receber a manutenção necessária diariamente.

A primeira dica para criar um jardim residencial é seguir a tendência atual dos decoradores que é montar jardins rústicos e simples, mas que, ao mesmo tempo, dão sofisticação ao ambiente. A vantagem está em optar por um projeto viável financeiramente para a grande parte dos interessados, prático, bonito e bastante confortável.
 
Esse jardim será composto basicamente por plantas perenes, como as bromélias, sagus, formium, agaves ou palmeiras, dispostas sobre uma grama bem cuidada.
 
Para melhorar a decoração do seu jardim, você pode montar caminhos sinuosos, forrações minerais ou desidratadas com argila expandida e pedras pequenas, dando acesso a entrada principal da casa ou a um canto específico do ambiente, outra opção é investir em vasos de linhas retas, bancos de madeira e outros objetos de decoração.
 

Quartos

A maior privacidade de uma pessoa é em seu quarto. É o lugar onde se pode descansar, ficar a vontade, fazer o que quiser, a final, se está entre “quatro paredes”.
Para ficar melhor, porque não fazer um quarto moderno ou temático, quem sabe um quarto bem colorido ou rústico, faça dele o local mais agradável e aconchegante que puder, pois como todos dizem, “é o nosso cantinho”.
 
Dicas de decoração
 
1- Para começar, observe bem a iluminação, pois, é um fator essencial. As lâmpadas amarelas são indicadas por proporcionar uma sensação de relaxamento, além de ser mais confortável à vista. Mas, antes de planejar o local da iluminação, defina antes, o posicionamento dos móveis.
 
2-Os móveis não têm muito segredo; o essencial é cama, guarda-roupas e cômoda. Suas disposições dependem do formato e tamanho do quarto. O segredo é sempre deixar passagens livres para não aparentar que seu quarto seja menor do que é.
 
3-Use cores vivas na parede que ficará atrás da cama e nas demais use tons mais claros e suaves. Cores escuras podem dar aparência de que o ambiente é pequeno.
 
4-A escolha do piso certo também influencia na decoração, ele deve ficar em harmonia com a cama, e móveis (escrivaninha e armário, por exemplo), já que na maioria das vezes são os objetos que ocupam mais espaço no quarto, e serão eles que caracterizarão o ambiente.
 
5-Para um quarto jovem, o ideal é se usar cores vibrantes, e cheia de vida com a moderação de outros tons pasteis, contrastes e simplicidade. A TV e o PC devem estar presentes nesse ambiente. A iluminação é muito importante, além da luz geral do quarto, deve-se ter uma para ler durante a noite, outra para ouvir musica, entre outros. A mobília de preferência será metálica ou de madeira simples sem grandes trabalhados, é de extrema importância haver prateleiras, pois nesta fase da vida o jovem tem muitas coisas, material de estudo, livros, CD’s, e muito mais.
 
6-Espelhos não servem apenas para conferir a aparência, na decoração eles servem para deixar um aspecto maior ao ambiente
 
7-A cama é item de maior importância, por isso escolha um modelo que combine com o restante, a cabeceira é o principal item de decoração, deve harmonizar com o estilo do quarto.
 
8-Antes de colocar a TV, pense no que vai ser ligado a ela (DVD, videogame, TV a cabo) assim você saberá como fazer a decoração, pode-se colocar a TV na parede, junto de um aparador, embutido no roupeiro ou em um painel.
 
9-Não exagere na quantidade de móveis, facilite a circulação, em quartos de solteiro encoste a cama na parede deixando o espaço maior, já no quarto de casal isso não fica bom, deixe um espaço de pelo menos 60 cm nas laterais.
 
10-Cortinas podem criar certos climas para o ambiente, por isso escolha bem que modelo usar. Panos grossos preservam a privacidade, se o seu quarto for claro, com paredes claras, você pode usar uma cortina com cor mais forte para contrastar com o resto. Mas se você quiser deixar o seu quarto com um ar leve e mais sofisticado, compre cortinas de cor clara. Persianas são muito úteis, pois podem ser abertas e fechadas sem que você tenha que puxá-las, pois isso é feito através de um sistema com corda. A de pano é muito mais bonita esteticamente falando, é mais clássica e ao prender, você pode escolher fitas para combinar, para que continue bem bonita de manhã.
 
Não tem mistério, estude o tamanho do quarto antes de escolher os móveis, uma cor legal para as paredes, uma iluminação agradável para o ambiente e decorações sem muito exagero.
 
Voltar ao Topo